• df2258

Joilto Santos Bomfim


Joilto Santos Bomfim, nasceu no Rio de Janeiro em 11 de fevereiro de 1965 e, em 1971, veio para Brasília com a família acompanhando o pai, militar da Marinha.

Aqui, Joilto conheceu o atletismo nas aulas de educação física no Ginásio do Guará-DF, por volta de 1978. No início dos anos 80 desistiu de treinar. A mudança da família para o Cruzeiro Novo (cidade do DF), onde conheceu outros meninos que o incentivaram a continuar no esporte e o pedido do Professor Mingo ao seu pai, fizeram com que ele voltasse a frequentar os treinamentos na pista de atletismo do antigo Centro Interescolar de Educação Física - CIEF. Seguindo os incentivos do seu então treinador o Professor Feijão, em 1981, com 16 anos, começou a se descartar como atleta estudantil com a participação nos JEBs (Jogos Estudantis Brasileiro), na prova de 400 m sobre barreiras.

Em 1982, foi campeão brasileiro estudantil na prova dos 110 m sobre barreiras e no mesmo ano, na V Gymanasiade _Jogos Mundiais Escolares, em Lille na França, conquistou a medalha de bronze. Ainda, nos anos de 1982 e 1983, conquistou duas medalhas de ouro nos jogos estudantis brasileiros nas provas do revezamento 4x100m e na prova de 110 metros sobre barreiras.

Ao final do campeonato brasileiro juvenil de 1983, com sua agora treinadora, a professora Maria Terezinha Toffoli (Teia), decidiram pela especialização numa das provas mais técnicas do atletismo, os 110 metros com barreiras.

A partir do primeiro ano na categoria adulta, iniciou-se em 1985 um período de 10 anos na seleção brasileira, participando dos Jogos Pan-Americano de Havana em 1991 em que chegou na 7ª colocação.

A exemplo de outros atletas que buscavam calendário mais atrativo em competições, Joilto transferiu-se em 1992 para a cidade de Presidente Prudente, após ser contratado pela equipe da Funilense.

Em 1992, representou o nosso país nos Jogos Olímpicos de Barcelona, bem como em três campeonatos mundiais consecutivos, começando em 1991, e um campeonato mundial indoor. No seu currículo contam sete títulos de campeão brasileiro, dois ouros em campeonatos sul-americanos, um bronze no Campeonato Ibero-Americano de Atletismo e uma quinta colocação nos Jogos Mundiais Universitários. Joilto foi recordista brasileiro e sul-americano dos 110 m sobre barreiras.

Após esta brilhante carreira, Joilto retornou a Brasília. Casado com a também atleta Marcia Regina Guiotti (salto em altura), tem 2 filhos. Atualmente trabalha como engenheiro civil na Empresa Brasileira dos Correios e Telégrafos.

Uma joia como atleta, uma referência e querido por todos que o conhecem.


Texto: Prof° Francisco Xavier.




CURRICULUM ESPORTIVO ( Fonte: CBAt, worldathletics.org)







1 visualização

Posts Relacionados

Ver tudo